TRE-MT cassa mandato de senador José Medeiros por fraude

Medeiros entrou no Senado como suplente em 2015, e tentaria reeleição

Tribunal Regional Eleitoral do Mato Grosso cassou na noite desta terça-feira (31) o mandato do senador José Medeiros (Podemos). As acusações são de fraude a ata da convenção partidária que o ungiu como suplente do então candidato Pedro Taques (PSDB). Medeiros se tornou senador em 2015, após Taques deixar o Legislativo para se tornar governador do Mato Grosso.

O político cassado publicou um vídeo em sua conta no Facebook afirmando que há uma conspiração para impedi-lo de disputar as eleições de 2018, quando precisaria ser reeleito para continuar no Senado.

Ele afirmou, usando a terceira pessoa para se referir a si mesmo em alguns momentos: “Primeiro, fecharam as portas para que o senador José Medeiros pudesse registrar candidatura. Agora, perceberam que o senador José Medeiros, mesmo assim, sairia candidato. ‘Vamos fazer o que? Vamos cassá-lo. Vamos fazer com que a população inteira pense que ele é bandido.’ Mas se enganaram!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.