Receosos, vereadores de Salvador convidados pelo PSL adotam cautela

Spread the love
Acertado com o DEM, Kiki Bispo foi um dos chamados pelo clã Pimentel

Breno Cunha

Assediados pelos dirigentes do PSL baiano desde o início deste ano, alguns vereadores de Salvador têm adotado um tom cauteloso ao analisar as promessas feitas pelo clã Pimentel.

bahia.ba apurou que entre os políticos baianos na mira do partido do presidente da República estão os que possuem perfil conservador, como os integrantes do PHS, assim como os insatisfeitos nas atuais legendas.

Kiki Bispo, que tem praticamente tudo alinhado para ingressar no DEM, foi um dos convidados do PSL. Palhinha e Alexandre Aleluia também já foram chamados, mas tudo indica que devem permanecer no DEM. Há ainda convite a alguns suplentes.

No início do ano, o próprio prefeito ACM Neto (DEM) chegou a sugerir a Henrique Carballal que ele se filiasse à legenda comandada por Dayane Pimentel na Bahia, mas a hipótese foi rechaçada de pronto.

Até o momento, nenhum vereador sequer sinalizou que pode concretizar a mudança na abertura da janela, ano que vem, mesmo com as vantagens oferecidas, como tempo de televisão e suporte financeiro para a eleição. O argumento contra é a instabilidade no governo de Bolsonaro, cujo próprio filho admite a chance de não chegar ao fim.

Além disso, existe a dúvida sobre como chegará em outubro do ano que vem a popularidade do presidente, considerada fundamental para qualquer sucesso no pleito de 2020.

Por fim, pesam as acusações dos deputados estaduais eleitos pela legenda, Talita Oliveira e Capitão Alden, de que há centralização máxima de poder e nenhum diálogo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.