Questionado sobre insegurança em Simões Filho, Rui Costa se esquiva: “é problema do Brasil”

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

GOVERNADOR RESSALTOU QUE AS PREFEITURAS DEVEM CONTRIBUIR PARA A REDUÇÃO DA CRIMINALIDADE NOS MUNICÍPIOS

O motivo da presença do governador da Bahia, Rui Costa, em Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador (RMS), na manhã desta segunda-feira (12), foi a assinatura de duas ordens de serviço – uma para a construção de uma policlínica regional e outra para o a construção de um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS). Algumas insatisfações da população, no entanto, foram marcantes no evento. Uma das queixas externadas pela comunidade simões-filhense foi a frequente ocorrência de crimes no município.

Rui ressaltou que este não é um problema exclusivo de Simões Filho e que as prefeituras devem contribuir para a redução da criminalidade nos municípios. “Infelizmente, este não é um problema só de Simões Filho e nem só da Bahia. O Rio de Janeiro, que tem o dobro de arrecadação da Bahia, sofre com isso”, exemplificou, acrescentando que ações na área de segurança pública já conseguiram reduzir os índices de violência em todas as regiões da Bahia. “A média de redução do estado foi 8%. Houve regiões que a gente conseguiu reduzir em 27%”, citou.

“Esse trabalho, nós vamos fazer em parceria com todos os municípios, porque quando os municípios melhoram a iluminação, isso ajuda na segurança; quando o município aumenta o investimento em creche, em escola, isso repercute na segurança”, explicou Rui, em entrevista concedida ao Bahia no Ar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×