Neto atribui alta de combustíveis ao PT e pede fim da greve dos caminhoneiros

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

“Essa alta nos combustíveis tem uma coisa histórica, quando o PT governou fez populismo com o preço”, disse

Matheus Morais / Rayllanna LimaO prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), criticou a política de preços nos postos de combustíveis, bem como a atuação do governo de Michel Temer junto aos caminhoneiros, e pediu que a categoria encerre a greve, que já dura oito dias.

“O governo deveria ter dialogado com a Petrobras para estabelecer um limite. Essa alta nos combustíveis tem uma coisa histórica, quando o PT governou fez populismo com o preço e chegou o momento que a bomba ia estourar. Estourou!”, ressaltou em entrevista à TV Bahia.

Na oportunidade, Neto voltou a pedir o fim da greve dos caminhoneiros.

“Me parece que os caminhoneiros já conseguiram o que estavam  reivindicando. O movimento teve um argumento muito forte, chegou a um ponto que precisa parar. Já que eles alcançaram a suas reivindicações, precisamos colocar um ponto final nisso”, completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×