Denúncia de suposta escalação irregular pode alterar rebaixamento e acesso no Brasileirão

Spread the love

Depois de conhecer os clubes que subiram para a elite, no último final de semana aconteceu a definição dos quatro clubes rebaixados para a Série B do Brasileiro. Contudo, essas duas situações podem sofrer grandes mudanças. De acordo com informações do repórter Pedro Oriolim, da Rádio Central de Campinas, uma suposta irregularidade no registro do lateral-direito Ernandes, do Goiás, pode alterar o rebaixamento de um clube da Série A e o acesso de outro da Série B.

De acordo com as informações do Boletim informativo Diário, da CBF, e do site oficial do Goiás, Ernandes Dias Luz nasceu no dia 11 de novembro de 1987. Contudo, uma certidão do segundo cartório de São Félix do Araguaia-MT, onde o atleta nasceu, consta uma data diferente: 15 de novembro de 1985. Ou seja, Ernandes seria dois anos mais velho, configurando o que é conhecido no futebol como “gato”.

O lateral-direito atuou em um jogo com a camisa do Ceará, na derrota para o Santos na estreia da Série A, e em 31 com a camisa do Goiás pela Série B. Com isso, se o STJD entender que esses dois clubes devem ser punidos por uma suposta escalação irregular do jogador, O Ceará acabaria sendo rebaixado no lugar do Sport, e a Ponte Preta subiria para a elite na vaga do Goiás.

Em contato com o site GloboEsporte.com, a Ponte Preta afirmou que está estudando a melhor forma de usar essas informações.

Já o executivo de futebol do Sport, Klauss Camara, afirmou o seguinte ao GloboEsporte.com:
“O Sport, antes de qualquer coisa, acredita nas instituições que regulamentam o futebol. Temos certeza de que isso será apurado e, caso tenha algo errado, as medidas serão tomadas. A princípio, nós iremos esperar o que acontecerá nesse desenrolar”.

É importante ressaltar que o artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) prevê que no caso de escalação irregular, haverá: “perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e multa de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais)”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.