Com intervenção no Rio, oposição critica número de homicídios na Bahia

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Em meio a uma intervenção federal no Rio de Janeiro, justificada pelo governo por causa dos índices de violência no estado, a bancada de oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) voltou a criticar o aumento no número de homicídios por aqui. Em nota divulgada à imprensa nesta terça-feira (20), o bloco destacou números do Mapa da Violência entre janeiro de 2015 a agosto de 2017, quando a Bahia superou os estados do Rio de Janeiro e São Paulo na quantidade de assassinatos. Segundo a oposição, nesse período, o estado teve teve 17.650 homicídios, contra 12.294 em São Paulo e 15.685 no Rio. O líder da oposição na AL-BA, Leur Lomanto Jr. (PMDB), atacou o governo pelos números. “A violência aumentou em todo o país, mas na Bahia houve um crescimento maior e que embora o governo estadual propague o combate nós não vemos isso se concretizar na prática. Os policiais continuam reclamando sobre a falta de estrutura e baixos salários e a população está cada vez mais insegura, com assaltos na zona rural e urbana, explosões de caixas eletrônicos e assassinatos. O tráfico de drogas invadiu as pequenas, médias e grandes cidades do estado e as respostas do estado ainda são mínimas. Consequentemente, trabalhadores, cidadãos baianos estão cada vez mais a mercê da marginalidade. Uma tristeza sem tamanho”, lamentou Leur. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×