“Bessias de Dilma” vai trabalhar com Jaques Wagner no Senado, diz colunista

Spread the love

O polêmico mensageiro do termo de posse que a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) enviou a Lula quando pretendia nomeá-lo para a Casa Civil, Jorge Messias (“Bessias”), vai trabalhar no gabinete do senador Jaques Wagner (PT) em Brasília.

Messias foi identificado nas interceptações telefônicas autorizadas pelo então juiz Sergio Moro como “bessias”. “Seguinte, eu tô mandando o ‘Bessias’ junto com o papel pra gente ter ele e só usa em caso de necessidade, que é o termo de posse, tá?”, disse Dilma a Lula, um dia antes da posse do ex-presidente. A informação é do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.