49 pessoas morreram e 48 estão desaparecidas por fortes chuvas no Japão

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Mais de 1,6 milhão de pessoas foram obrigadas a evacuar suas casas por receios de inundações e mais deslizamentos de terra

Reuters

Quarenta e nove pessoas morreram e 48 estão desaparecidas no oeste e centro do Japão em razão de fortes chuvas, informou a emissora pública NHK neste sábado, com mais de 1,6 milhão de pessoas retiradas de suas casas.

A Agência Meteorológica do Japão manteve o alerta climático para três prefeituras na ilha principal de Honshu e citou o risco de deslizamentos de terra, elevação do nível dos rios e ventos fortes em meio ao que chamou de chuvas “históricas”.

Imagens de helicóptero mostraram pessoas em seus telhados acenando por ajuda em Kurashiki, e soldados japoneses resgatando crianças de barco de um rio inundado em Hiroshima.

Em Motoyama, uma cidade na ilha de Shikoku, a cerca de 600 quilômetros da capital Tóquio, 583 mm de chuvas caíram entre sexta e a manhã deste sábado, informou a agência de notícias.

Apesar de condições climáticas terem se estabilizado no oeste e leste do Japão, ainda havia o risco de as chuvas fortes continuarem, acrescentou, com áreas já saturadas enfrentando mais precipitações no domingo.

Entre os mortos estava um homem que caiu de uma ponte em um rio na cidade de Hiroshima, e um homem de 77 anos em Takashima, 56 quilômetros a leste da antiga capital Kyoto, que foi levado pela enxurrada em um canal, onde estava para remover detritos, disse a NHK.

Quatro pessoas nas províncias de Ehime, Hiroshima e Yamaguchi estavam em estado crítico depois de terem sido feridas em deslizamentos de terra, acrescentou.

No sábado pela manhã, mais de 1,6 milhão de pessoas foram obrigadas a evacuar suas casas por receios de inundações e mais deslizamentos de terra, com outras 3,1 milhões de pessoas também aconselhadas a sair, informou a Agência de Gerenciamento de Incêndios e Desastres.

O secretário-chefe de Gabinete, Yoshihide Suga, disse que cerca de 48 mil policiais, bombeiros e membros das forças de defesa do Japão estão respondendo a pedidos de ajuda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×