Líder de coroinhas é investigado por estupro e pedofilia

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Um líder de coroinhas da cidade de Caravelas, no extremo sul da Bahia, está sendo investigado por estupro de vulnerável ocorrido dentro da Paróquia Santo Antônio.

De acordo com a Polícia Civil, um menino de 13 anos relatou abusos após a mãe dele descobrir que o garoto estava com sífilis. O garoto disse que sofreu abusos sexuais por Vítor Marques Daniel, líder do grupo de coroinhas que participava desde abril de 2017.

Já foi constatado que o religioso acusado de estupro e pedofilia é portador de sífilis, mas ele nega as acusações. Ele também está sendo investigado por outro caso de abuso sexual com outro integrante do mesmo grupo.

De acordo com a polícia, o garoto se afastou da igreja após o crime e chegou a falar em suicídio antes revelar o caso.

De acordo com a polícia, um garoto de 13 anos, que foi violentado por Vítor Marques Daniel, se afastou da igreja após o crime e chegou a falar em suicídio antes revelar o caso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×